Comunicação em Situações de Crise

Apresentação

Comunicar em situações de crise, bem como dar notícias difíceis ou más notícias é uma das mais penosas tarefas de uma ampla gama de profissionais (saúde, RH, policiais etc), porque envolve lidar com situações de perdas de saúde e emprego, falta de vitalidade, desesperança, sofrimento e morte.

Muitos profissionais, por exemplo, da saúde, aprendem a salvar vidas e operam aparelhos de alta tecnologia, contudo não sabem como dizer ao paciente que ele tem uma doença incurável ou como agir quando o mesmo chora ao saber de seu diagnóstico ou que vai ser demitido. Tampouco sabem o que falar para alguém que acaba de saber que perdeu (ou que perderá) um ente querido.

Ao informar o diagnóstico de uma doença sem possibilidades de cura, a piora irreversível do quadro ou mesmo a morte de um ente querido faz-se necessário ao profissional mais do que a utilização de suas habilidades técnicas: é preciso que neste momento ele mostre atenção, empatia, compaixão e disponibilidade para cuidar por meio de suas palavras e atitudes, sabendo o que e como falar, e quando calar.

Desenvolver e utilizar habilidades de comunicação que sejam facilitadoras da interação e possam auxiliar a “boa” comunicação de uma “má” notícia em situações de incertezas, crises e sofrimento são de suma importância várias categorias profissionais.

Competências Comunicacionais a serem Desenvolvidas

  • Conhecimentos (saberes) sobre comunicação interpessoal no contexto de situações complexas, adquiridos por meio da apresentação e compreensão de aspectos teóricos, discussão e análise da experiência dos próprios profissionais;
  • Habilidades comunicacionais que possibilitem a identificação e interpretações de sinais sutis e barreiras para a adequada comunicação, assim como a utilização de estratégias que possibilitem o compartilhamento de notícias difíceis de modo efetivo (saber fazer) e compassivo;
  • Atitudes e comportamentos comunicacionais que concretizam a intencionalidade e potencializam o uso de estratégias para a adequada transmissão empática e compassiva de informações em situações de sobrecarga emocional e sofrimento (querer fazer/agir);

Objetivo

Capacitar o profissional na sua área de atuação, a compartilhar informações com seu público alvo em situações de crise, por meio do desenvolvimento de competências comunicacionais.

Professores do Curso

  • Prof. Ms. Edvaldo Leal de Moraes.
  • Prof. PHD. Dr. Franklin Santana Santos.
  • Profª. Dra. Monica M. Trovo Araújo.
  • Prof. Raul Marino
  • Profª. Cristiane Da Conceição Romano
  • Prof. José Paulo Da Fonseca.
  • Profª. Adriana Aparecida de Faria Lima.

Metodologia

  • Webaulas
  • Artigos
  • Exercícios
  • Filmes
  • Casos Clínicos

Ambiente Virtual

A plataforma utilizada para acesso à sala de aula será a plataforma Moodle. O aluno ao entrar com login e senha abrirá uma janela (página) no computador como se estivesse entrando em outro site.

  • Nessa página serão exibidos calendário, notícias, fórum, aulas disponibilizadas, textos para downloads, etc;
  • Não há necessidade de baixar essa plataforma Moodle;
  • Ao clicar na aula, abrirá uma janela com visualização do vídeo;
  • E caso o professor utilize data show na sua apresentação teremos outra janela mostrando com clareza as informações do slide para que o aluno possa copiar as informações;

Público Alvo

Estudantes e profissionais das áreas de saúde, humanas e sociais

Informações

  • Data: 2019
  • Local: Online (Webaula)
  • Carga Horária: 40h
  • Dias da Semana: Todos os dias
  • Valor: R$750,00

Conteúdo

  • Fundamentos da comunicação interpessoal: comunicação verbal e não-verbal, sinais enganadores e barreiras na comunicação, percepção e feedback;
  • Neuropsicologia das Emoções;
  • As reações emocionais, o acolhimento e suporte às emoções do paciente /família frente às notícias difíceis;
  • Conversas difíceis: falando de perdas, morte, dor e sofrimento;
  • Conspiração ou conluio do silêncio: como identificar e abordar situações em que o paciente/família não quer falar;
  • Estratégias facilitadoras e elementos direcionadores para o processo de comunicação de notícias difíceis;
  • Protocolos para a comunicação de notícias difíceis;
  • Bioética e Comunicação;
  • Comunicação em captação e procura de órgãos;
  • Comunicação em Iatrogenias;
  • Advertências e Demissões em Instituições;
  • Comunicação em situações de emergências;
  • Luto;
  • Prática simulada;
  • Compartilhando notícias em situações de crise;
  • Avaliando e reconstruindo suas próprias competências comunicacionais;

Webaula

  • Análise e discussão de cenas de filmes;
  • Discussão de casos clínicos;
  • Exercícios de percepção;
  • Análise e discussão de Prática simulada: dramatização (role play) de situações envolvendo a comunicação em situações de crise, com filmagem e análise das simulações;
  • Leitura e discussão de artigos;

Período e Duração

O curso tem duração de 2 (dois) meses. O aluno terá 60 dias para finalizar o curso após o 1º acesso.

Certificado

O certificado será emitido pelo Instituto de Saúde e Educação Pinus Longæva para todos os alunos que tiverem freqüência de pelo menos 75% e participação nas atividades(fóruns, filmes, etc) e nota mínima de 7,5 na prova;

Valores e Forma de Pagamento

– Taxa de matrícula R$ 50,00
– Preço do curso R$ 700,00 (estudantes ou profissionais)
– Valor Total do Curso R$ 750,00 – Possibilidades de parcelamento no cartão em até 12x (com juros do próprio cartão) ou pela PagSeguro

Pagamentos Boleto: Em até 3 vezes, favor enviar um e-mail para Fabíola.

Contato:
fabiola@saudeeducacao.com.br

Rolar para cima